Apregoando’s Blog

Just another WordPress.com weblog

Records Inuteis e absurdos – parte 1

Posted by apregoando em junho 19, 2008

O português António Gomes Santos, 40 anos, bateu o recorde mundial da imobilidade voluntária, ficando “firme e hirto” durante 20 horas e onze minutos, em Viseu.
O “homem-estátua” não fez qualquer movimento, nem sequer uma mudança de expressão, de forma a cumprir os requisitos exigidos pelo “Guinness World Records” e assim recuperar um recorde que já tinha sido seu por duas vezes e que actualmente pertencia a um cidadão indiano.
O espaço da “Torre Millenium”, no complexo “The Day After”, encheu de curiosos que quiseram presenciar os últimos momentos da façanha que, segundo António Gomes Santos, foram também os mais difíceis, apesar de as muitas pessoas presentes lhe transmitirem “uma grande carga energética”.
António Gomes Santos, natural de Alcobaça, quer continuar a desafiar os seus limites e tem já outra actividade em vista, mas agora mais movimentada: ir de Lisboa a Paris a pé, mas de marcha atrás…
 

Homem de 90 anos salta de pára-quedas

Um homem de 90 anos bateu na Flórida (EUA) o recorde mundial de pára-quedismo em queda livre com um acompanhante. O idoso tornou-se a pessoa mais velha a fazer um salto deste tipo. Guy Glinski, saltou acompanhado por um instrutor de uma altura de 2.965 metros no sábado passado, o dia do seu 90º aniversário.
“Foi magnífico. Sempre quis fazer isto. Voltarei no ano que vem”, disse Glinski, que é um carpinteiro reformado viúvo há três anos. O salto teve uma duração de sete minutos, um em queda livre e seis com o pára-quedas aberto.
De acordo com o Guinness Book, o livro dos recordes, que não regista saltos de queda livre com acompanhante, a pessoa mais velha a conseguir essa façanha sozinho é um homem de 91 anos.

“Noivos” mais jovens da história foram casados para encerrar disputa de terras
Em 1986, na aldeia de Aminpur, Bangladesh, para dar um fim a um conflito por terras que já durava 20 anos e tinha causado algumas mortes, duas família resolveram casar dois dos seus membros. Particularidade: o “noivo” tinha 11 meses de idade, a “noiva” 3 meses. O facto está registado no recordes do Guiness.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: